CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

DISPOSIÇÕES GERAIS

 

O comprometimento da Harttur e Salles Engenharia e Consultoria com uma administração aberta e transparente, baseada no respeito às leis e regulamentos internos é essencial para assegurar a confiança de nossos empregados, parceiros, fornecedores, clientes e instituições com as quais interagimos.

 

CONFORMIDADE COM A LEI

 

A diretoria, os parceiros e os empregados da Harttur e Salles devem obedecer às leis vigentes no Brasil e àquelas que vigoram nos países onde a Harttur e Salles venha a manter negócios e parcerias, bem como conhecer e obedecer às diretrizes definidas nas Políticas e Normas Internas. Conservação e melhoria da saúde, respeito à integridade física dos empregados e de todos com os quais interagir, e proteção ao meio ambiente são atitudes esperadas de todos e prioritárias.

 

CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES

 

Todos os empregados e parceiros da Harttur e Salles têm responsabilidade ética e legal em resguardar informações relevantes e confidenciais que estejam sob sua guarda ou que tenham acesso, mesmo após o seu desligamento da empresa.

 

Deve ser mantida estrita confidencialidade sobre qualquer informação sigilosa ou estratégica da Harttur e Salles e/ou seus clientes, não devendo ser divulgadas tais informações para qualquer propósito, especialmente de interesse pessoal, com benefícios para si ou para terceiros

 

Para garantir a confidencialidade, todo empregado ou parceiro da Harttur e Salles deve assinar o “Termo de Compromisso, Sigilo e Confidencialidade” assim que iniciar seu relacionamento com a empresa.

 

SEGURANÇA DAS INFORMAÇÕES DA EMPRESA

 

Os recursos e informações eletrônicas disponibilizadas pela Harttur e Salles devem ser utilizados para o bom desempenho das funções e atividades da empresa. Não será permitido o uso, pelo usuário, dos recursos disponibilizados pela Harttur e Salles sem autorização ou para fins não relacionados às atividades previstas, bem como à tentativa de burlar as restrições aos recursos disponibilizados pela Harttur e Salles.

 

Ficam proibidos a troca, resgate, armazenamento ou a utilização de conteúdo inadequado, violento, discriminatório, racista ou pornográfico.

 

Poderá, a critério da Harttur e Salles, ser feito monitoramento do uso da Internet, o que possibilita rastrear o tráfego e o conteúdo dos sites acessados pelos usuários, quando nas instalações da empresa. As atividades serão registradas por meio de logs, incluindo a data e hora destas atividades, endereço IP e a identificação do usuário.

 

CONFLITOS DE INTERESSE

 

Conflito de interesse, aos olhos deste código, é um conjunto de condições nas quais o julgamento de um profissional a respeito de um interesse da Harttur e Salles tende a ser influenciado indevidamente por interesses pessoais ou de terceiros.

 

Em suas relações com clientes, fornecedores, agentes, contratados e concorrentes, os empregados e parceiros devem priorizar os interesses da Harttur e Salles em detrimento de situações que possam resultar no benefício próprio ou de seus parentes e companheiros.

 

O empregado não poderá realizar atividades externas, como prestar consultoria ou ocupar cargos em organizações, que conflitem com os interesses e/ou objetivos da Harttur e Salles.

 

Não são aceitos vínculos societários, próprios ou através de cônjuge ou familiares, com fornecedores e/ou concorrentes das empresas da Harttur e Salles, especialmente se o cargo do empregado conferir poder de influenciar transações ou permitir acesso a informações restritas e privilegiadas.

 

É intolerável a conduta de empregados que, por conta de sua posição/autoridade na Harttur e Salles, visem obter facilidades ou vantagens pessoais junto a fornecedores, clientes, concorrentes e outras situações internas.

 

GESTÃO FINANCEIRA

 

As transações financeiras que envolvem recursos, pagamentos e recebimentos da Harttur e Salles devem estar em conformidade com as leis aplicáveis e melhor prática do mercado e devem estar de acordo com as políticas da Harttur e Salles.

 

Todas as transações financeiras deverão ser aprovadas pela diretoria. Os números e as caracterizações contábeis deverão ser integralmente refletidos nas demonstrações contábeis da Harttur e Salles e não devem ser apresentados de forma distorcida à realidade. Estas demonstrações ficam a cargo da empresa de contabilidade contratada para exercer estas atividades e manter atualizados os livros e demonstrações.

 

Os pagamentos deverão ser feitos contra a apresentação de recibos e Notas Fiscais, sempre de acordo com a legislação vigente. Da mesma forma, todos os recebimentos deverão ser associados à emissão de notas fiscais de serviços ou outra forma legal de pagamento de igual valor. Todas as transações deverão ser realizadas preferencialmente através de operações bancárias.

 

A critério da diretoria ou por sua delegação poderão ser realizados pagamentos através de cartões de crédito associados às contas correntes da empresa. Pagamentos em dinheiro só poderão ser realizados em casos em que não seja possível o uso de cartões e transações bancárias, mesmo assim, somente com autorização específica da diretoria. Em todos os casos comprovantes do pagamento, como notas fiscais e recibos serão exigidos.

 

POSTURA DE GESTÃO

 

O interesse dos empregados e parceiros em desenvolver uma nova ideia e/ou projeto deve ser visto por sua liderança como uma busca de evolução/aprimoramento da carreira/parceria, não podendo propiciar nenhuma forma de retaliação.

 

A conduta esperada reflete em ouvir e considerar novas ideias, opiniões distintas, questionamentos e argumentações que representem uma forma de aprendizado e melhoria dos processos internos.

 

USO DE BENS/PATRIMÔNIO DA EMPRESA

 

Preservar o patrimônio da Harttur e Salles abrangendo sua imagem, reputação, instalações, equipamentos e materiais.

 

Os bens, equipamentos, instalações e materiais destinam-se ao uso único e exclusivo das operações voltadas para o interesse da Harttur e Salles. É responsabilidade e dever de todos zelar pelo uso, conservação e integridade do patrimônio que a empresa disponibiliza.

 

RECEBIMENTO DE PRESENTES E FAVORES

 

Todos devem estar atentos a recebimento de brindes/presentes, a tratamentos especiais, consultando e informando o superior imediato para que se tomem as medidas e decisões cabíveis.

 

Todas as restrições de recebimento de presentes e favores são extensivas a parentes e companheiros dos funcionários. Objetos recebidos como forma de prêmio em homenagem à Harttur e Salles devem ser direcionados à diretoria.

 

Os empregados e parceiros da Harttur e Salles não devem solicitar favores especiais e/ou presentes de clientes e fornecedores para si ou para terceiros. Brindes institucionais que não configurem benefícios em transações comerciais/negociáveis podem ser aceitos pelos empregados e parceiros.

 

Convites para eventos, conferências, convenções, cursos somente podem ser aceitos quando houver a real necessidade/oportunidade de desenvolvimento de contato comercial e quando for estendido a outras empresas e mediante autorização da diretoria. Dar e receber presentes, viagens ou entretenimento de qualquer natureza pode influenciar o processo de tomada de decisão e prejudicar o equilíbrio no relacionamento com o público institucional.

 

Presentes são classificados como qualquer “coisa” de valor que possa facilmente ser convertida em dinheiro incluindo, mas não se limitando a viagens, uso de infraestrutura alheia (aviões, carros, etc), ações, descontos, ingresso para teatros, shows, jogos. E assim toda oferta de valor que possa influenciar uma decisão, direta ou indiretamente, não poderá ser doada nem aceita.

 

FORNECEDORES

 

A Harttur e Salles busca manter parcerias e relações comerciais com empresas que possuam padrões éticos compatíveis com os seus.

 

Fornecedores que atendam a Harttur e Salles devem ser avaliados através de critérios e políticas internas claras e imparciais, cumprindo a estes no cumprimento de suas obrigações e responsabilidades sustentar suas decisões técnicas e econômicas a fim de zelar pela qualidade dos seus serviços.

 

Os fornecedores devem conhecer os Valores e a Conduta da Harttur e Salles e manter atuação compatível com esses princípios, bem como com as diretrizes e cuidados relativos à Saúde, Segurança e Meio Ambiente.

 

A Harttur e Salles busca e zela por fornecedores que não utilizem mão de obra infantil e/ou trabalho escravo no desenvolvimento de seus produtos e serviços.

 

RELACIONAMENTO INTERNO

 

O comportamento profissional esperado está pautado no respeito, cordialidade, honestidade, espírito de equipe e de compreensão, independente do cargo ou função ocupada.

 

A Harttur e Salles não admite qualquer ato de discriminação ou preconceito em virtude de etnia, idade, sexo, crença religiosa, convicção política, naturalidade, orientação sexual, estado civil, condição física, dentre outras capazes de criar um ambiente de trabalho hostil e ofensivo. Da mesma forma, não serão admitidos assédios, tais como, moral, sexual, econômico ou de qualquer natureza, tampouco outros atos que configurem ameaças, intimidação, desrespeito ou comentários difamatórios.

 

GESTÃO DO CÓDIGO

 

Dúvidas, sugestões ou questões sobre a interpretação, o alcance ou a tratativas referentes a qualquer assunto relativos a este Código devem ser apreciados pela Diretoria. Cabe ainda à Diretoria zelar pela observação deste Código propondo melhorias e recomendações para o seu aperfeiçoamento e atualização permanente de acordo aos cenários e objetivos da Harttur e Salles.

 

Para mantermos um ambiente de trabalho saudável e com reputação da imagem e do negócio frente ao mercado é importante que todos os empregados sigam as orientações descritas no Código de Conduta e Ética.

 

As violações às normas e disciplinas, especialmente aquelas aqui previstas, se comprovadas, poderão resultar em sanções disciplinares, incluindo, mas não se limitando a advertência verbal ou escrita, sem prejuízo de outras penalidades e/ou medidas previstas em Lei.